quarta-feira, 23 de julho de 2014

A deusa das estrelas



Esse conto eu fiz para um trabalho de religião, só que gostei tanto que resolvi postar aqui. Espero que gostem. :D 

A deusa das estrelas

Há muitos anos atrás, em um reino muito distante, vivia Stella, uma garota de apenas 15 anos que servia ao rei e a rainha. 
Stella não era feliz. Sua mãe morreu cedo, de tantos castigos e maus tratos, e seu pai abandonou-as. Ela tinha apenas sua irmã mais nova, Cler, de dez anos. 
Como era o costume, quase uma regra do reino de Parislândia, os mais pobres serviam os mais ricos. Época de monarquia, tinha sorte quem trabalhava para a Rainha. 
Stella ainda não encontrou o motivo da sorte, pois odiava tudo lá, principalmente Kiera, a princesa. Mimada, fútil, orgulhosa e maldosa, sempre esnobava Stella em tudo. 
Certo dia, Cler finalmente conseguiu trabalhar no Palácio, junto com sua irmã. 
- Lembre-se: sempre concorde com tudo o que eles mandarem. Não questione e faça as coisas direitinho. Tá? - Stella disse.
- Tá bom. - ela concordou. 
Porém, uma semana depois, Cler começou a odiar Kiera. Elas discutiam seguido, até que ela chegou correndo até Stella, suplicando.
- Ela vai me castigar! - berrava, enquanto se agarrava a irmã. 
- Onde ela está? 
- No quarto. 
- Vou lá falar com ela. - disse. 
Chegando lá, Kiera estava bufando de raiva. 
- Kiera, por favor, me castigue, não ela! - pediu.
- Não! E se você questionar mais uma vez, ela será morta. - falou. - Guardas, tirem ela daqui e levem para o castigo. 
Stella viu uma das piores cenas da sua vida: Cler sendo levada a força pelos guardas, enquanto se debatia e chorava desesperadamente. O problema é que ela não podia fazer nada. 
- Agora, limpe minha gaveta de joias. E ensine bons modos a sua irmã, se ela sair viva de lá. - falou, e saiu do quarto. 
Stella foi. Abriu a gaveta: quantas joias! Mas o que chamou sua atenção foi um colar de estrelas que estava em cima de um envelope, bem escondidinho. Curiosa, abriu. Deu um pulo para trás: era a profecia que tanto falavam!
"A deusa das estrelas se aproxima,
Irá salvar Parislândia e reinar,
Com 16 anos, o colar obedecerá,
E a Estrela Cadente aparecerá."
Coincidentemente, Kiera e Stella fariam 16 em três dias. Será que ela seria a menina da profecia? E salvaria Parislândia?
Então, se passaram os três dias. Todos da cidade estavam lá, ansiosos pela revelação da profecia, que já foi tentada várias vezes antes, sem sucesso. 
Stella torcia para que não fosse Kiera, pois ela no poder só pioraria as coisas. 
Finalmente, a hora chegou. O rei e a rainha discursaram, e Kiera colocou o colar. Nada. Tudo estava quieto. Nada aconteceu. 
Até que Stella se ofereceu. 
- Eu! 
- Não! - ela negou. - Nem pensar! 
Até que Stella viu Cler, toda machucada e mal parando em pé, tirar o colar de Kiera e jogar para Stella, que colocou imediatamente. 
Então, uma estrela caiu. O colar brilhou. E Stella se transformou. 
Todos aplaudiram. Kiera estava incrédula e não aceitava de jeito nenhum, mas todos lhe ignoraram. Aí, Stella libertou os escravos, tirou o rei e a rainha do poder, e a partir daí começava uma nova Parislândia, com mais liberdade e direitos. 
Dez anos depois, Stella foi assassinada e ficou conhecida como Stellaris, a deusa das estrelas, e virou uma lenda que passou por várias gerações. E que até hoje não foi esquecida. 

É isso, espero que tenham gostado. :D 
Em breve trago mais contos. 

Posted by: Lau


Nenhum comentário:

Postar um comentário